Foto-1.jpg

sobre

 Como boa parte dos que nasceram antes da era das plataformas de streaming, passei minha infância assistindo a filmes e desenhos animados na televisão. Na falta de recursos para comprar brinquedos, meu pai e minha mãe investiram em materiais para desenho, gibis e alguns quebra-cabeças para me entreter. Assistia os desenhos animados na TV e depois tentava reproduzir o que via no papel. Mas criando minhas próprias histórias com aqueles personagens. Depois meus próprios personagens.

Aos 20 anos virei roadie de bandas famosas do RS, foi quando ganhei o apelido de Ninja.

O contato com músicos, produtores e publicitários me abriu portas para trabalhos como ilustrador freelancer, para algumas agências de publicidade e propaganda e produtoras.

Com o tempo troquei o lápis e o papel pelo computador e a mesa digitalizadora.

Aprendi Animação e Edição de Vídeo, e montei um portfólio. Que funcionou como meio de conseguir trabalhar na televisão a partir de 2010, onde trabalhei na equipe de arte por 7 anos.

Nesse período fiz um curso de Efeitos Visuais, da Faculdade Méliès, e me especializei em mais uma área.

Durante esses anos de reviravoltas em minha jornada, descobri a Pintura Digital também.

Após sair da televisão, já conhecido na indústria como Adriano Ninja, passei a trabalhar como freelancer.

Ao final de 2020, fui convidado para trabalhar com o History Channel e a Ubisoft nos episódios de Desafio Sob Fogo & Assassin’s Creed Valhalla. Fazendo concepts que adaptavam o design do escudo e da hidden blade de Eivor, protagonista do jogo, aos modelos que estavam sendo forjados por Tom Silva, campeão do Desafio Sob Fogo - América Latina. Também fui responsável pelas animações gráficas das artes que produzi.

Amo as artes visuais. São a base da minha filosofia de vida. Sigo produzindo e estudando, sempre em busca de aprimorar minhas habilidades e me atualizar. Ao mesmo tempo em que compartilho meu conhecimento com as futuras gerações de artistas digitais, dando mentorias e aulas particulares.

Em todos esses anos, eu decidi não seguir a correnteza. Sim fazer a diferença.

Qualidade é mais importante do que quantidade.

Criatividade é a chave do sucesso quando se trata de produzir Imagens em Computação Gráfica. Seja na hora de criar o design para os elementos a serem utilizados em uma animação, na escolha da paleta de cores, na narrativa visual/storytelling, na Animação em sí, ou na criação e composição de Efeitos Visuais para uma cena em live action

Existem os que seguem o padrão para serem aceitos na multidão, se encaixar.

E existem os que quebram esse padrão para ampliar os horizontes, somar e, consequentemente, se destacar... Criar!

Eu gosto de quebrar o padrão. Pensar fora da caixa. Esse é o profissional que me tornei.

 

Explorar o potencial máximo de uma narrativa visual. Trocar ideias, aceitar críticas construtivas e buscar o melhor resultado.

 

Isso é o que chamo de colocar ideias em movimento. 

 



 

facebook
facebook.com/adrianoninjaoficial

vimeo
vimeo.com/adrianoninja